Liderança corporativa: 5 estratégias para o RH implementar para formar líderes

Formar novos líderes é essencial para a sustentabilidade e crescimento da empresa. Mas como fazer isso na prática? Entenda como capacitar novas lideranças corporativas!

Não há dúvidas de que, para ter uma liderança corporativa ativa e responsável, são necessárias estratégias específicas, que capacitem gestores continuamente para guiar os times até os melhores resultados dentro da empresa.

Portanto, se você quer saber mais sobre esse assunto, hoje veremos as melhores práticas para formar bons líderes dentro de uma organização.

O que é um líder empresarial?

Um líder empresarial é muito mais do que alguém com autoridade. É uma pessoa que possui uma visão alinhada com o negócio, habilidades de comunicação excelentes e a capacidade de motivar e inspirar os outros

e-Book Employer Branding

Dessa forma, além de definir as metas e direções a seguir, também trabalha lado a lado com sua equipe para alcançar esses objetivos de forma colaborativa. E sua importância se reforça em alguns aspectos principais:

  • É um facilitador do aprendizado contínuo da equipe;
  • Fornece feedback direcionado para as oportunidades de desenvolvimento;
  • É capaz de resolver conflitos e manter um ambiente de trabalho mais saudável;
  • Ajuda a construir uma equipe mais comunicativa e produtiva;
  • Possui capacidade de identificar e desenvolver talentos;
  • Inspira valores e comportamentos a serem seguidos;
  • Alimenta o senso de propósito e pertencimento dos colaboradores.

Quais são as 5 fases da liderança corporativa?

As 5 fases da liderança representam uma jornada de desenvolvimento que os líderes atravessam ao longo de suas carreiras:

  • Autoconhecimento: começam a entender suas próprias habilidades, valores e motivações, seus pontos fortes e áreas de melhoria;
  • Aprendizado: se dedicam ao aprendizado contínuo, oportunidades de desenvolvimento, recorrendo a cursos, treinamentos e mentorias;
  • Experiência: começam a enfrentar desafios, aprendem com seus sucessos e fracassos, desenvolvendo resiliência e adaptabilidade;
  • Mentoria: buscam aconselhamento e apoio de líderes mais experientes, valorizam o feedback e procuram modelos para orientação;
  • Transformação: alcançam um estágio de ser a inspiração para suas equipes, com autenticidade, integridade e empatia, criando um impacto positivo.

O que é uma liderança dentro de uma empresa?

A liderança corporativa envolve a capacidade de inspirar, motivar e guiar um grupo em direção a objetivos específicos, bem como possui as habilidades que inspiram confiança, respeito e comprometimento em seus liderados.

Como vimos, um bom líder, além de saber delegar tarefas e tomar decisões assertivas, também cultiva uma cultura colaborativa, onde as pessoas se dispõe a contribuir com seu melhor.

É importante destacar que esse tipo de liderança pode assumir diferentes estilos e está diretamente ligada à cultura organizacional e aos valores da empresa. Mas, com certeza, estimular a diversidade de pensamento e as experiências é cada vez mais valorizado no mercado de trabalho.

Um exemplo desse avanço na liderança dentro das empresas é o aumento da presença feminina nesses cargos. Uma pesquisa destacada pela Forbes apontou que elas ocupam 38% dos cargos de liderança no Brasil e são mais bem avaliadas pelo time

Isso porque 50% dos entrevistados avaliaram a gestão das CEOs como excelente, 79% confiam totalmente nelas e 84% deles as conhecem, de fato, dentro da empresa.

A partir de dados como esses, vemos a importância da diversidade de gênero na liderança empresarial e como ela pode contribuir para o sucesso, satisfação dos colaboradores e até a inovação dentro das organizações.

4 pilares da liderança

Quais são os 4 pilares da liderança?

Os 4 pilares da liderança representam os fundamentos essenciais sobre os quais a prática é construída. São eles:

  • Visão: capacidade de definir os objetivos da equipe ou organização;
  • Realidade: compreensão objetiva da realidade, incluindo os desafios, recursos disponíveis e restrições;
  • Ética: é a base moral sobre a qual a liderança deve ser construída, que precisa agir com integridade, transparência e responsabilidade;
  • Energia: capacidade de um líder de motivar e inspirar sua equipe, demonstrando entusiasmo, paixão e comprometimento.

Quais são os principais tipos de liderança corporativa?

Como dito anteriormente, a liderança pode assumir estilos diversos, cada um com suas características e funcionando de acordo com o contexto organizacional. Veja os principais tipos abaixo:

  • Autocrática; 
  • Democrática; 
  • Transformacional; 
  • Liberal; 
  • Motivadora; 
  • Carismática; 
  • Coaching; 
  • Técnica.

Agora, com mais detalhes:

  • Autocrática: aqui o líder toma decisões de forma centralizada, sem consultar a equipe. É útil em situações de emergência ou quando a sua expertise é o que fará a diferença na questão urgente;
  • Democrática: envolve a participação ativa da equipe durante a tomada de decisões. É bastante utilizada para promover a criatividade, inovação e o engajamento dos membros do time;
  • Transformacional: os líderes inspiram e motivam seu grupo a alcançar objetivos maiores, incentivando atitudes inovadores e a mudança positiva;
  • Liberal: também conhecida como liderança laissez-faire (deixe fazer), este estilo envolve a delegação de autoridade e autonomia para a equipe. É adequado para times mais experientes;
  • Motivadora: estimula constantemente o desenvolvimento pessoal e profissional dos colaboradores, incentivando-os a sempre buscar novos conhecimentos;
  • Carismática: cativam e inspiram o time através de sua personalidade carismática, visão convincente e ótimas habilidades de comunicação;
  • Coaching: focam no desenvolvimento individual dos membros da equipe, fornecendo feedback, orientação e suporte para ajudá-los a alcançar suas metas;
  • Técnica: é baseado na expertise e habilidades técnicas do líder, sendo utilizado em ambientes onde o conhecimento especializado é o principal elemento para as atividades.

Vale lembrar que cada tipo de liderança tem suas vantagens e desafios, e eles podem ser combinados de acordo com as necessidades diárias da organização.

Liderança corporativa: 5 ações para o RH formar melhores líderes

Formar bons líderes dentro de uma empresa é um passo importante para o avanço organizacional. E o setor de RH tem um papel ativo nesse processo através de estratégias especialmente criadas para desenvolver líderes. 

Abaixo estão algumas das principais ações que seguem o objetivo de capacitar lideranças corporativas:

1. Identificar os perfis comportamentais dos colaboradores

Essa ação serve para compreender melhor quais são as habilidades interpessoais e estilos de liderança de cada profissional. 

Na prática, o RH pode utilizar a aplicação de testes de perfil comportamental para obter informações sobre as competências comportamentais que já estão presentes em cada um.Os principais testes são:

  • Teste de perfil STAR (situação, tarefa, ação e resultado): para avaliar como a pessoa se comporta em diversas situações; 
  • Teste de dominância cerebral: são 120 perguntas para analisar qual lado do cérebro é mais dominante em cada um e como pensam, criam e processam as informações;
  • PDA (Personal Development Analysis): ferramenta que foca em aspectos inerentes ao indivíduo, como estilo de liderança, tomada de decisão, negociação, etc.

2. Definir quais são as habilidades de liderança importantes para a empresa

Algumas competências emocionais, como inteligência emocional e empatia, são indispensáveis para uma boa liderança corporativa, bem como outras competências técnicas. 

Por isso, é preciso que o RH mapeie internamente quais skills de liderança são as mais relevantes para a realidade da organização.

Leve seu RH a outro nível -  Conheça o eConsig

Outra fonte importante de informação é através da pesquisa de mercado, para entender quais estão sendo as mais requisitadas para a liderança e que acompanham as tecnologias mais relevantes para o setor, que podem ser algo como inteligência artificial e machine learning.

Para colocar essa definição em prática, você pode considerar as estratégias:

  • Pesquisa de clima organizacional, que avalia a satisfação dos colaboradores com a empresa;
  • Avaliação de liderança, para que o RH entenda o estilo que cada gestor da empresa segue;
  • Avaliação individual de desempenho, para obter o feedback sobre a competência do gestor em diversas áreas.

3. Criar um plano de desenvolvimento de liderança corporativa 

O RH pode oferecer programas de treinamento e desenvolvimento de líderes, que contém as diversas habilidades que foram mapeadas. Eles ajudam os líderes a melhorar suas percepções e a se preparar para os desafios do ambiente de trabalho atual.

Além disso, considere incluir programas de mentoria, nos quais líderes mais experientes possam orientar e apoiar os que estão em desenvolvimento. 

Vale lembrar de sempre enfatizar a importância dos líderes saberem quando e como ajustar estratégias. Ser adaptável a diversas situações evita a estagnação e, até mesmo, a sensação de insatisfação dos colaboradores.

3. Manter um bom relacionamento e feedback com os líderes

O RH pode promover uma cultura de feedback, incentivando líderes e suas equipes a fornecerem e receberem retorno sobre as ações de liderança. 

Existem diversas formas de colocar isso em prática, principalmente através de:

  • Avaliação 360: recebe informações sobre seu desempenho e competências de diferentes fontes ao seu redor;
  • Feedback Canvas: para organizar e visualizar o processo de desenvolvimento dos profissionais;
  • Runrun.it: software de gestão de equipes que também pode ser usado como uma das ferramentas de avaliação de desempenho;

Esse processo irá identificar áreas para melhorar e indicar como adequar o comportamento e desempenho dos líderes em formação.

Saiba mais em: Tipos de feedback: quais são, exemplos e 7 dicas práticas

5. Fomentar uma cultura de aprendizado contínuo

Por fim, o setor pode incluir em sua cultura organizacional o lifelong learning, ou aprendizado contínuo para o desenvolvimento profissional. 

Na prática, pode incluir incentivos para participação em cursos, workshops, bem como a criação de comunidades para compartilhar experiências.

Existem diversas plataformas online para impulsionar a busca por conhecimento, como:

  • LinkedIn Learning;
  • Coursera;
  • Udemy;
  • Sebrae; e
  • Fundação Estudar.

Conclusão

Em síntese, a liderança corporativa é um recurso importante para que a organização se destaque no mercado e melhore seu employer branding

Agora que você compreende os princípios básicos da liderança e sabe como implementar ações para formar melhores líderes, poderá contribuir ativamente para que sua empresa alcance bons resultados. 

Mas não pare por aqui! Veja agora exemplos de employer branding: 4 cases de sucesso.

Perguntas frequentes

Confira as respostas para as principais dúvidas sobre liderança corporativa.

O que é um líder empresarial?

Um líder empresarial é alguém capaz de inspirar, motivar e guiar sua equipe em direção aos objetivos organizacionais.

Quais são as 5 fases da liderança?

As 5 fases da liderança são: autoconhecimento, aprendizado, experiência, mentoria e transformação.

Quais são os principais tipos de liderança?

Alguns dos principais tipos de liderança incluem autocrática, democrática, transformacional, liberal, motivadora, carismática, coaching e técnica.

Continue aprendendo:

Conheça o eConsig

Preencha o formulário abaixo que em breve entraremos em contato.