Tipos de benefícios corporativos: veja exemplos e tendências

Os vários tipos de benefícios corporativos são fatores de muito peso para a atração e retenção de talentos. Conheça os mais atrativos!

  • 13 mins leitura
  • 05 março, 2024
  • 04 abril, 24
  • Por Julia Silva

Salário não é mais o único fator determinante em uma contratação. Uma boa remuneração ajuda? Óbvio que sim. Mas hoje, muitos profissionais no mercado dão muita atenção aos diversos tipos de benefícios corporativos oferecidos.  

Vamos mostrar a importância disso para fazer uma boa retenção de talentos na empresa e impulsionar a produtividade dos colaboradores.

O que são benefícios corporativos?

Benefícios corporativos são os famosos “extras” que um colaborador ganha ao entrar em uma empresa, além do salário-base.

Os benefícios podem vir na forma de um adicional financeiro, como comissões, ou mesmo planos de saúde sem coparticipação, descontos em academias, financiamento para aulas de inglês, trabalho híbrido, entre outros exemplos.

Importância dos diversos tipos de benefícios corporativos

Os benefícios corporativos têm como principal objetivo aumentar a satisfação profissional e, consequentemente, a produtividade. Por mais valor que seja dado a uma boa remuneração, existem outras maneiras de promover a retenção de talentos e recompensaros colaboradores, entre elas estão os benefícios corporativos.

Atualmente, sabe-se pela pesquisa realizada pela Catho, consultoria de RH e banco de vagas na internet, que 45% dos brasileiros consideram que benefícios atraentes são determinantes para aceitar uma proposta de emprego. Isso mostra a importância que a força de trabalho dá aos benefícios nessa hora!

Quais são os benefícios obrigatórios por lei?

Benefícios obrigatórios por lei

No Brasil, os benefícios obrigatórios pela legislação trabalhista são os seguintes:

  • Férias remuneradas;
  • Aviso prévio;
  • Décimo terceiro salário;
  • FGTS;
  • Vale-transporte;
  • INSS (auxílio-doença; licença maternidade; aposentadoria;etc);
  • Horas extras;
  • Adicional noturno.

Quais são os benefícios opcionais?

beneficios opcionais

Cada negócio pode optar por oferecer opções específicas para os colaboradores, além das obrigatórias. Alguns exemplos são:

  • Plano de assistência médica e odontológica opcionais;
  • Programas de bem-estar e qualidade de vida;
  • Café da manhã e lanches oferecidos pela empresa;
  • Horários flexíveis;
  • Subsídio para atividades de lazer ou esportivas;
  • Parcerias para dar acesso ao crédito consignado;
  • Plano de previdência complementar;
  • Plano de desenvolvimento profissional e treinamentos específicos;
  • Day off para aniversário;
  • Seguro de vida adicional;
  • Programas de mentoria e coaching;
  • Bolsas de estudo e cursos de idiomas.

Tipos de benefícios corporativos

Veja quais são os principais tipos de benefícios corporativos observados no mercado:

  • Plano de saúde e odontológico;
  • Vale-alimentação ou refeição;
  • Vale-transporte;
  • Auxílio-educação;
  • Flexibilidade de horários e home office;
  • Programas de bem-estar e qualidade de vida;
  • Participação nos lucros e resultados (PLR);
  • Seguro de vida;
  • Previdência privada;
  • Auxílio-creche ou babá;
  • Day off ou folga no aniversário;
  • Programas de desenvolvimento profissional;
  • Assistência médica domiciliar;
  • Cesta de Natal ou brindes em datas comemorativas;
  • Clube de descontos e parcerias.

Benefícios financeiros

Os principais benefícios corporativos financeiros são:

  • Participação nos Lucros e Resultados (PLR);
  • Auxílio-Educação;
  • Previdência Privada;
  • Seguro de Vida e Acidentes Pessoais;
  • Participação em Ações da Empresa;
  • Reembolso de Despesas;
  • Auxílio-creche ou Babá;
  • Bolsas de Estudo.

As comissões por vendas de contratos e a participação nos lucros das empresas são os exemplos mais famosos de benefícios financeiros. Isso incentiva que os colaboradores se esforcem ainda mais para gerar contratos e lucros para a empresa, já que eles receberão uma parte em dinheiro por causa de seu esforço.

e-Book Aprenda a medir o desempenho dos colaboradores

Benefícios não financeiros

Os benefícios não financeiros são os mais diversos possíveis, já que vão de encontro ao perfil dos colaboradores e suas necessidades. Trata-se de recompensas que contribuem para a motivação, produtividade, qualidade de vida e satisfação dos funcionários e não são dados, exatamente, em dinheiro.

Se você tem um grupo de pessoas que gosta de fazer exercícios físicos, valeria contratar um personal trainer para dar aulas em algum parque próximo da empresa. Ou mesmo oferecer a acesso a benefícios que dão descontos em academias.

Se tem um outro grupo que gosta de cinema, a empresa pode financiar meias entradas ou oferecer o famoso vale-cultura. 

Ou ainda, quem não gosta de cachorros? Muitas empresas têm promovido o chamado ambiente Pet Friendly, onde alguns dias por mês os colaboradores podem levar seus pets para passar o dia na empresa. 

Porém, o mais importante entre os benefícios não financeiros, sem dúvida, é ter um bom plano de saúde. Isso porque poucas operadoras fazem planos individuais e as que fazem têm valores muito caros. 

Ao ter um plano ofertado pela empresa, que pode muitas vezes incluir dependentes, o colaborador e sua família passa a ter assistência médica a um valor mais acessível.

Benefícios flexíveis

Muitas empresas têm adotado, nos últimos anos, um modelo mais inovador: o de benefícios flexíveis, caracterizado por um sistema no qual a organização oferece ao colaborador a possibilidade de escolher, entre uma lista de opções, quais benefícios querem receber.

Esse formato vai de encontro com uma série de tendências e mudanças no mercado de trabalho, pois em vez de pacotes fixos e padronizados, os funcionários podem selecionar as alternativas que melhor atendem ao seu contexto pessoal e familiar.

Por exemplo: um colaborador que possui filhos pequenos pode se beneficiar de um auxílio-creche, enquanto um que ainda não possui pode não ver tanto sentido nessa opção, e optar pelo acesso ao crédito consignado para financiar seu apartamento.

Você vai gostar de saber: Qual é a relação entre margem consignável e a redução do turnover?

Por que oferecer vários tipos de benefícios corporativos?

Vamos entender agora o que justifica o investimento financeiro por parte das empresas em benefícios.

Retenção de talentos 

Quanto mais você investir no colaborador por meio de um bom pacote com vários tipos de benefícios corporativos, maior a chance dele continuar na empresa. É o que chamamos de retenção de talentos. E exatamente por isso, podemos dizer que o pacote de benefícios é uma vantagem competitiva no mercado e deve ser levado a sério pelas empresas.

Uma pesquisa recente lançada pelo InfoJobs, site e consultoria de mercado de trabalho, mostra que mais de 43% dos entrevistados acreditam na importância do plano de carreira ao se candidatar a uma vaga. A oferta de benefícios, portanto, pode servir para incentivar esse desenvolvimento profissional. 

Por exemplo: se sua empresa paga aulas de inglês aos colaboradores e esse é um idioma muito utilizado no dia a dia, este benefício se reverte em investimento profissional e, consequentemente, na melhoria da produtividade do colaborador. 

Recomendamos a leitura: Retenção de talentos: seu guia inovador para enfrentar o turnover.

Satisfação dos funcionários

A satisfação dos funcionários é algo que as empresas devem buscar sempre. A HP, empresa de tecnologia, lançou recentemente o Primeiro Índice de Relacionamento com o Trabalho, onde aponta que 92% dos brasileiros aceitariam ganhar um salário menor para fazer algo que gostam. 

E a oferta de benefícios corporativos tem o potencial de melhorar este cenário, já que eles geram maior entusiasmo e envolvimento dos colaboradores quando ofertados da maneira correta.

Produtividade

Como falamos, os benefícios devem servir para aumentar a satisfação e a produtividade. O ambiente corporativo não pode ser opressor e tóxico. Você já deve ter ouvido dizer que muitos funcionários passam mais tempo em escritórios ou reuniões online do que com a própria família, certo? 

Estar satisfeito, significa também perceber que o seu bem-estar no trabalho é valorizado pela organização. 

Quando a oferta de tipos de benefícios corporativos é bem diversificada, ele se sente mais disposto, feliz e produtivo para iniciar mais uma jornada de trabalho.

O que avaliar antes de oferecer diferentes tipos de benefícios corporativos?

Todo investimento deve ser avaliado antes de executado. Para acertar na hora de fazer o pacote de benefícios que será ofertado, fizemos a lista de questões que você deve considerar. Confira!

Custo dos benefícios

Como tudo no mercado corporativo, é necessário que haja um estudo da viabilidade financeira para se tomar decisões estratégicas. É o caso da implantação do pacote de benefícios corporativos. 

É recomendável analisar os custos e ganhos da empresa e a partir disso buscar diversas cotações de mercado para os serviços que devem ser objetivos. 

Além disso, discuta com sua equipe quais são os benefícios prioritários que mais devem agradar aos colaboradores atuais e potenciais. Faça isso pensando em como isso vai impactar na produtividade deles. 

Dica: procure por plataformas de gestão que, por terem parceria com outras instituições, oferecem o acesso a diversas opções de benefícios sem adicionar custo ou necessidade de gerenciar múltiplos fornecedores. Esse é o caso do eConsig. Confira!

Alinhamento com a cultura organizacional

As estratégias de negócios das empresas cada vez mais devem ser aliadas com a cultura organizacional. Isso é importante para que o colaborador tenha orgulho de pertencer a essa companhia. Mas não somente: é essencial para a coesão da marca empregadora em todas as iniciativas de gestão de pessoas. 

Por isso, é importante que haja uma estratégia de comunicação assertiva e objetiva para que os colaboradores entendam que o pacote de benefícios está diretamente relacionado ao que é esperado deles em termos de cultura organizacional.

Ou seja, cria-se um senso de valorização dos funcionários em relação aos benefícios ofertados e aumenta os vínculos com a cultura da empresa.

Tendências em benefícios corporativos

Alguns tipos de benefícios corporativos já são uma tendência há algum tempo, como o plano de saúde, assistência odontológica, vale-alimentação e vale-refeição, entre outros. Mas algumas novidades vêm ganhando mais corpo. Vamos a elas:

Benefícios focados na saúde financeira e bem-estar 

Além dos benefícios já presentes no mercado há alguns anos, como oferta de cursos e planos de saúde, existem outras possibilidades, como o crédito consignado aos colaboradores, que dão acesso a empréstimos com taxas abaixo das praticadas no mercado. 

Esse tipo de benefício representa um grande alívio para os funcionários que estão em momentos financeiros mais delicados ou que desejam investir em grandes projetos de vida, como a compra de um carro ou casa própria. 

A Zetra trabalha com o eConsig, solução pioneira e líder na gestão de consignados no Brasil, que permite ao RH oferecer melhores condições de acesso aos benefícios, como crédito consignado, sem custo adicional para as empresas e o RH. 

Através dele, a margem consignável é calculada automaticamente, os benefícios são descontados diretamente na folha de pagamento, reduzindo riscos, esforços, custos e taxas. Conheça o eConsig agora mesmo!

Benefícios focados na flexibilidade

Outra tendência observada em termos de benefícios é a flexibilidade para trabalhar em casa. Esse movimento ganhou uma força grande durante a pandemia, embora nos anos anteriores já era visto em multinacionais de grande porte. 

Ao mesmo tempo, após vivenciarem a pandemia, muitas pessoas levam em conta na hora de aceitar um emprego se há flexibilidade, tanto para o trabalho remoto ou híbrido, como em relação aos horários.

Benefícios focados na inclusão e diversidade

Do mesmo modo, é muito importante que as empresas se engajem em causas ESG, que incluem ações de inclusão e diversidade, promoção da transparência e responsabilidade ambiental. 

Além de gerar um sentimento de orgulho para os colaboradores que veem este tipo de ação na empresa, benefícios assim tendem a encontrar grandes talentos que encontram a oportunidade de mostrar seu trabalho.

Aproveite e baixe agora: Diversidade, Equidade e Inclusão (DEI): como o RH pode ajudar a criar uma cultura inclusiva dentro das empresas.

Conclusão

Ao longo do texto, mostramos que o pacote composto por diferentes tipos de benefícios corporativos de uma empresa é uma vantagem competitiva quando se fala em atrair e reter talentos. 

Para saber a viabilidade disso, não se esqueça de fazer uma análise de custos e buscar alternativas que não apresentem despesas adicionais para o RH.

Por fim, a tendência é que o investimento nesses elementos aumente a satisfação e produtividade dos funcionários. Isso, por sua vez, pode trazer vários frutos positivos para o seu negócio! 

Gostou das dicas? Entre em contato conosco para conhecer um pouco mais de nossas soluções voltadas a gestão de benefícios consignados digital!

Quer continuar aprendendo? Leia os artigos relacionados:

Perguntas relacionadas

A seguir, veja as respostas para as principais dúvidas sobre os tipos de benefícios corporativos!

Quais são os tipos de benefícios?

Os benefícios corporativos podem ser subdivididos em categorias como: 
Financeiros (comissão, bônus, etc) e não financeiros (folgas de aniversário, horário flexível, entre outros); Obrigatórios (13o salário, férias remuneradas, etc) e opcionais (empréstimo consignado, assistência odontológica).

Quais são os exemplos de tipos benefícios corporativos?

De acordo com a consolidada consultoria Robert Half, os benefícios mais valorizados pelos profissionais atualmente são assistência médica, vale-refeição, vale-alimentação, assistência odontológica, previdência privada, estacionamento, auxílio-estudo, notebook, auxílio combustível e carro para uso profissional e particular.

O que é um benefício corporativo?

Benefícios corporativos são os famosos “extras” que um colaborador ganha ao entrar em uma empresa, além do salário base. Podem incluir recompensas financeiras e não financeiras, como comissões, assistência médica e odontológica, auxílio psicológico, crédito consignado, entre outras.

eConsig - Descomplique a oferta de consignado da sua empresa