Employer branding: como reter e atrair talentos

Saiba como o Employer Branding pode contribuir para sua empresa no mercado, unindo valores e cultura para atrair talentos.

Para uma empresa se destacar no mercado de trabalho, é preciso criar e implementar boas iniciativas para atração e retenção de talentos. Uma delas é fortalecer seu employer branding, ou, em tradução, sua marca empregadora.

Essa prática vai além de oferecer salários competitivos, envolve a criação de uma imagem empresarial coerente com a cultura da empresa, seus valores e a experiência que deseja oferecer ao colaborador.

Mas, afinal, como o RH pode aplicar o employer branding e qual é o seu objetivo?

Eu sou o Fábio Augusto, Gerente de Comunicação e Marketing da Zetra. Trabalho há mais de 7 anos com foco em gerar valor para profissionais de RH e, neste conteúdo, responderei a essas questões e darei dicas estratégicas para criar uma marca empregadora forte.

Vamos lá?

O que é employer branding de uma empresa?

É a prática de estabelecer e gerenciar a imagem da empresa como boa empregadora, ou seja,a maneira através da qual uma organização se apresenta como um lugar desejável para se trabalhar.

Quando uma empresa é vista como um local desejável para se trabalhar, ela tem uma vantagem competitiva no recrutamento e uma boa reputação no mercado de trabalho.

Além disso, colaboradores mais satisfeitos tendem a ser mais produtivos, engajados e leais à organização.

Assim, para alcançar essas vantagens, é preciso criar uma marca que atraia profissionais talentosos, retenha os colaboradores existentes e saiba promover a cultura organizacional interna e externamente.

Ou seja, o conceito envolve elementos relacionados à cultura da empresa, seus valores e a experiência do colaborador em toda sua jornada junto à organização, desde o processo seletivo até as promoções ou um possível desligamento.

Agora que entendemos o que é employer branding e seu propósito, é hora de descobrir como criar e implementar uma boa estratégia para fortalecer a marca empregadora.

Qual o objetivo do employer branding?

O employer branding tem como principal objetivo ressaltar a imagem da empresa perante os profissionais e o mercado, principalmente relacionado ao ambiente de trabalho para atrair, reter e engajar os melhores talentos.

Tudo isso para que os talentos se sintam atraídos pela qualidade e bem-estar que a empresa oferece, principalmente focando na permanência de seus talentos por um longo período para melhorar o Employee Value Proposition (EVP).

Assim, tanto os processos de recrutamento e seleção, quanto os de desenvolvimento profissional, se tornam mais otimizados e melhor direcionados, já que os talentos vão fortalecer ainda mais a marca empregadora.

Como fazer um employer branding?

A melhor forma de desenvolver uma boa estratégia é seguindo este passo a passo:

  1. Avalie a situação atual;
  2. Defina sua proposta de valor;
  3. Comunique sua marca empregadora;
  4. Invista em endomarketing;
  5. Mensure o progresso e adapte;

Veja em detalhes:

  1. Avalie a situação atual

    Primeiramente, é importante entender a percepção atual dos colaboradores e candidatos sobre a empresa. Por isso, realize pesquisas internas e externas para identificar pontos fortes e áreas que precisam de melhorias.
    Isso fornecerá as informações necessárias para a construção de sua estratégia.

  2. Defina sua proposta de valor

    O próximo passo é identificar o que torna sua empresa única como empregadora. Quais são seus valores, cultura, benefícios e oportunidades de crescimento?
    Essa é a base da sua proposta, que deve ser exclusiva e atraente para os colaboradores atuais e potenciais.

  3. Comunique sua marca empregadora

    Utilize canais de comunicação, internos e externos, para transmitir sua cultura e valores com uma mensagem consistente e objetiva. Para isso, use as redes sociais, o site da empresa, materiais de recrutamento e comunicações internas.

  4. Invista em endomarketing

    Essa abordagem é capaz de engajar os colaboradores e alinhar a equipe com a cultura da empresa.
    Por isso, incentive o diálogo e a participação nos processos de comunicação interna. Assim, implemente, consistentemente, boas práticas de endomarketing, como programas de reconhecimento, treinamentos e eventos internos.

  5. Mensure o progresso e adapte

    Avalie o impacto de suas ações regularmente, usando métricas adequadas, como taxas de retenção, eNPS, feedback dos colaboradores e agilidade nos processos de recrutamento.
    Em seguida, use os dados coletados para fazer ajustes e aprimorar sua estratégia.employer branding

Como consolidar a organização como marca empregadora?

O processo de consolidação demanda um esforço contínuo. Aqui estão algumas práticas que podem ajudar a alcançar esse objetivo:

  • Desenvolva lideranças: líderes inspiradores criam um ambiente de trabalho positivo e aplicam, na prática, os valores da empresa;
  • Invista em treinamento e desenvolvimento: mostre compromisso com o crescimento profissional de seus funcionários, oferecendo oportunidades de aprendizado e desenvolvimento de habilidades;
  • Promova um equilíbrio entre vida pessoal e profissional: ofereça flexibilidade, horários de trabalho alternativos e políticas de licença que permitam aos colaboradores equilibrar suas vidas pessoais e profissionais;
  • Incentive o feedback: estimule a comunicação aberta e o feedback em todos os níveis hierárquicos. Use essas informações para melhorar a organização e seus processos.

5 estratégias para reter e atrair talentos através do branding

Hoje, é importante que o RH e o Marketing apliquem, em parceria, o employer branding na prática.

Contudo, você precisa lembrar que é muito importante que a imagem “criada” seja realista e, principalmente, sustentada por uma cultura focada na qualidade de vida no trabalho.

Isso porque, com essa abordagem, os próprios colaboradores se tornam “advogados” da marca, defendendo-a e propagando seus valores dentro e fora da empresa.

Por exemplo, não adianta fazer ações como Setembro Amarelo se a organização não preza pelo bem-estar mental dos colaboradores. Eles, obviamente, não vão se engajar.

Leve seu RH a outro nível -  Conheça o eConsig

Veja, a seguir, as 5 ações que recomendo sempre para atrair e reter talentos através do employer branding:

  1. Defina uma jornada positiva;
  2. Ofereça benefícios atraentes;
  3. Dissemine a cultura da empresa;
  4. Promova a diversidade e a inclusão;
  5. Incentive o engajamento dos funcionários.

Agora, veja em detalhes cada uma delas:

1 – Defina uma jornada positiva

Estruture uma jornada positiva e surpreendente para o colaborador, desde o primeiro contato dele com a empresa (na atração, ainda como candidato do processo seletivo), passando pelas fases de contratação e integração com as equipes e outros momentos marcantes.

Com essa experiência — no geral, hoje o mercado chama de employee experience —, ele pode se tornar um defensor da marca e recomendá-la para colegas e outros conhecidos.

Isso envolve diversos elementos, como:

  • Priorizar uma comunicação ágil no processo seletivo;
  • Diálogo transparente e feedbacks recorrentes;
  • Kit onboarding com tudo que um novo colaborador precisa;
  • Treinamentos regulares para que se mantenham atualizados;
  • Instrumentos de avaliação de desempenho justos;
  • Políticas de cargos e salários; e muitos outros recursos.

2. Ofereça benefícios atraentes

Benefícios disruptivos, ou seja, os que chamamos de “fora da caixinha”, podem atrair a atenção dos candidatos e também são capazes de reter colaboradores.

A lógica por trás dessa estratégia é simples: será difícil encontrá-los em outra empresa.

Algumas alternativas nesse sentido são o acesso ao crédito consignado, adiantamento de salário, extensão das licenças maternidade e paternidade e participação nos lucros.

3. Dissemine a cultura da empresa

Utilize a intranet, guias, treinamentos e até mesmo redes sociais para disseminar a cultura forte da empresa.

Nesse caso, diferentemente de outros contextos, a dica é um pouco diferente: é necessário ser repetitivo. Inclua elementos da cultura em assinaturas de e-mail, em elementos de decoração no escritório, na abertura de eventos, entre outros.

4. Promova a diversidade e inclusão

Uma empresa que valoriza a diversidade consegue fazer com que as pessoas se sintam bem sendo quem elas são verdadeiramente, independente de gênero, idade, raça, deficiência ou orientação sexual, por exemplo.

Estudos apontam que uma empresa diversa tem mais chances de alcançar maior lucratividade, reter colaboradores e garantir a lealdade dos clientes, justamente devido às diferentes ideias, vivências e pontos de vista.

5. Incentive o engajamento dos funcionários

Envolva, valorize e divulgue as conquistas dos funcionários em projetos, reuniões e até mesmo posts de redes sociais.

O engajamento do colaborador e dos candidatos é a chave para que a estratégia de employer branding dê certo, pois não é a empresa falando dela mesma, mas sim os outros disseminando a imagem, o que dá muito mais credibilidade.

Bônus: 4 dicas de campanhas de endomarketing

É importante que o RH tenha um calendário em mente e faça um planejamento consistente, com ações criativas que surpreendam e impactem positivamente seus colaboradores.

Não basta se vestir de rosa no Outubro Rosa ou apenas postar nas redes o apoio à diversidade, é preciso levar o debate, falar abertamente sobre os temas, cuidar da saúde dos funcionários e promover ações que mostrem, de fato, o compromisso da empresa com a causa.

Assim, dada a importância do desse marketing interno como uma das ferramentas de employer branding, reuni algumas dicas para priorizá-la dentro do calendário de ações do RH:

  1. Faça campanhas internas criativas e inteligentes: estimule que as pessoas participem, enviem fotos e, quando possível, repassem as mensagens a colegas e familiares, para as ações impactarem o máximo de pessoas e fazerem a diferença;
  2. Promova Happy Hours e festas internas: além do trabalho, é preciso estimular momentos de troca, de alegria e comemoração pelas conquistas. Isso gera um clima mais descontraído e traz mais união entre as equipes, impactando positivamente os resultados do trabalho, a comunicação e a colaboração;
  3. Incentive o bem-estar no ambiente de trabalho: estimule, sempre que possível, iniciativas voltadas para o tema, como ginástica laboral, corridas, massagem, beleza e exercícios de flexibilidade, mostrando que a empresa valoriza a saúde e o bem-estar dos colaboradores;
  4. Confiança e diálogo transparente: promova reuniões, feedbacks e uma cultura baseada na confiança, por meio do diálogo honesto e claro. O colaborador precisa se sentir confortável em falar abertamente sobre pontos positivos e pontos a melhorar e, por outro lado, a empresa deve dar atenção ao que é informado.

Conclusão

Como vimos, quando uma empresa é vista como um bom local de trabalho, ela ganha uma vantagem competitiva no mercado e fortalece seu posicionamento como marca empregadora.

Dessa forma, isso resulta em colaboradores engajados e satisfeitos, que permanecem por mais tempo na organização, são mais produtivos e a recomendam para seus conhecidos.

Para obter mais informações sobre gestão de pessoas, visite nosso site e descubra recursos adicionais e ferramentas que podem ajudar sua organização a gerenciar processos com muito mais agilidade!

Não deixe de conferir mais conteúdos relacionados:

Perguntas Frequentes

Veja as principais respostas sobre o employer branding:

O que é employer branding de uma empresa?

É a prática de estabelecer e gerenciar a imagem da empresa como boa empregadora, ou seja,a maneira através da qual uma organização se apresenta como um lugar desejável para se trabalhar.
Quando uma empresa é vista como um local desejável para se trabalhar, ela tem uma vantagem competitiva no recrutamento e uma boa reputação no mercado de trabalho.

Qual é o objetivo do employer branding?

O employer branding tem como principal objetivo ressaltar a imagem da empresa perante os profissionais e o mercado, principalmente relacionado ao ambiente de trabalho para atrair, reter e engajar os melhores talentos.

Como fazer um employer branding?

A melhor forma de desenvolver uma boa estratégia é seguindo este passo a passo: avalie a situação atual; defina sua proposta de valor; comunique sua marca empregadora; invista em endomarketing;
e mensure o progresso e adapte.